Produtos Sustentáveis da Sociobiodiversidade do Bioma Caatinga

Chamada de Projetos 06/2016 | Contrato Nº 129/2016

O projeto Produtos Sustentáveis da Sociobiodiversidade do Bioma Caatinga, terá a duração de 24 meses e tem como objetivo geral Assessorar e apoiar o fortalecimento de 7 Associações e 1 Cooperativa de Comunidades Tradicionais Quilombolas, Agroextrativistas e da Agricultura Familiar do Bioma Caatinga na Bacia do São Francisco, que desenvolvem atividades socioprodutivas e ecoeconômicas com Araçá, Caju, Jenipapo, Licuri, Mandacaru, Murici, Umbu e outras espécies, visando a conservação e a utilização socioambiental sustentável da sociobiodiversidade; a melhoria dos processos de gestão e governança de suas organizações socioprodutivas; a qualificação de suas cadeias produtivas; a ampliação e a consolidação do acesso aos mercados institucionais, diferenciados e privados; e a segurança e autonomia alimentar e nutricional das famílias participantes.

O seu desenvolvimento dar-se-á através de um conjunto de 6 metas, cujos respectivos resultados esperados, estão descritos a seguir:

  1. Construção coletiva e de forma corresponsabilizada do planejamento, do desenvolvimento, do monitoramento em processo e da avaliação das ações do projeto, com as 8 organizações socioprodutivas;
  2. Recuperação e/ou enriquecimento de áreas cercadas de quintais e roçados dos agroecossistemas familiares e/ou coletivos, das 8 organizações socioprodutivas, visando aumentar, a médio prazo e continuadamente, a oferta de matéria prima e de alimentos às famílias e seus criatórios;
  3. As 8 organizações socioprodutivas serão qualificadas para a gestão administrativa, financeira e econômica dos seus empreendimentos;
  4. Oferta, com qualidade e diversidade, de Produtos Sustentáveis da Sociobiodiversidade do Bioma Caatinga ao mercado institucional (PAA, PAA Compra Institucional, PNAE e PGPMBio), a mercados diferenciados e privados, pelas 8 organizações socioprodutivas;
  5. Criação de ambiente multiinstitucional da AGENDHA, organizações socioprodutivas e parceiros do Projeto, contendo estande de exposição e vendas (consumidores diretos); sala de informações, degustações e diálogos (chefes de cozinha, nutricionistas, merendeiras e outros); e escritório de atendimentos e negócios (gestores públicos e empresários), em 2 edições da Feira Baiana da Agricultura Familiar e Economia Solidária – FEBAFES (2016 e 2017 ou 2017 e 2018); e
  6. Criação de catálogo digital para divulgação das organizações socioprodutivas e de seus produtos e serviços, através da utilização de ambientes virtuais (site e redes sociais da AGENDHA, das organizações socioprodutivas e de instituições parceiras) para comunicação com profissionais da área de gastronomia, alimentação e nutrição; hotelaria e turismo; design, ambientação e decoração; servidores das áreas de licitações e compras; gestores públicos; empresários e consumidor final.

Produtos Sustentáveis da Sociobiodiversidade do Bioma Caatinga

Chamada de Projetos 06/2016 | Contrato Nº 129/2016

O projeto Produtos Sustentáveis da Sociobiodiversidade do Bioma Caatinga, terá a duração de 24 meses e tem como objetivo geral Assessorar e apoiar o fortalecimento de 7 Associações e 1 Cooperativa de Comunidades Tradicionais Quilombolas, Agroextrativistas e da Agricultura Familiar do Bioma Caatinga na Bacia do São Francisco, que desenvolvem atividades socioprodutivas e ecoeconômicas com Araçá, Caju, Jenipapo, Licuri, Mandacaru, Murici, Umbu e outras espécies, visando a conservação e a utilização socioambiental sustentável da sociobiodiversidade; a melhoria dos processos de gestão e governança de suas organizações socioprodutivas; a qualificação de suas cadeias produtivas; a ampliação e a consolidação do acesso aos mercados institucionais, diferenciados e privados; e a segurança e autonomia alimentar e nutricional das famílias participantes.

O seu desenvolvimento dar-se-á através de um conjunto de 6 metas, cujos respectivos resultados esperados, estão descritos a seguir:

  1. Construção coletiva e de forma corresponsabilizada do planejamento, do desenvolvimento, do monitoramento em processo e da avaliação das ações do projeto, com as 8 organizações socioprodutivas;
  2. Recuperação e/ou enriquecimento de áreas cercadas de quintais e roçados dos agroecossistemas familiares e/ou coletivos, das 8 organizações socioprodutivas, visando aumentar, a médio prazo e continuadamente, a oferta de matéria prima e de alimentos às famílias e seus criatórios;
  3. As 8 organizações socioprodutivas serão qualificadas para a gestão administrativa, financeira e econômica dos seus empreendimentos;
  4. Oferta, com qualidade e diversidade, de Produtos Sustentáveis da Sociobiodiversidade do Bioma Caatinga ao mercado institucional (PAA, PAA Compra Institucional, PNAE e PGPMBio), a mercados diferenciados e privados, pelas 8 organizações socioprodutivas;
  5. Criação de ambiente multiinstitucional da AGENDHA, organizações socioprodutivas e parceiros do Projeto, contendo estande de exposição e vendas (consumidores diretos); sala de informações, degustações e diálogos (chefes de cozinha, nutricionistas, merendeiras e outros); e escritório de atendimentos e negócios (gestores públicos e empresários), em 2 edições da Feira Baiana da Agricultura Familiar e Economia Solidária – FEBAFES (2016 e 2017 ou 2017 e 2018); e
  6. Criação de catálogo digital para divulgação das organizações socioprodutivas e de seus produtos e serviços, através da utilização de ambientes virtuais (site e redes sociais da AGENDHA, das organizações socioprodutivas e de instituições parceiras) para comunicação com profissionais da área de gastronomia, alimentação e nutrição; hotelaria e turismo; design, ambientação e decoração; servidores das áreas de licitações e compras; gestores públicos; empresários e consumidor final.

TFCA apoiará três novos projetos na Caatinga

Representantes de três projetos que serão apoiados por recursos do Tropical Forest Conservation Act (TFCA) participaram de encontros de capacitação no Funbio no final de 2016. Os projetos, que serão realizados na Caatinga, visam ao desenvolvimento de ações integradas para promoção e o suporte das cadeias de produtos e sociobiodiversidade na região da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco. A AGENDHA está entre as instituições proponentes dos projetos.

As propostas e os objetivos vão da distribuição e comercialização de dutos feitos com matérias-primas ao extrativismo de frutos como o araçá, o caju, o jenipapo, o licuri (o coquinho do Sertão), passando pelo fortalecimento de comunidade de quilombolas, pescadores e “vazanteiros” (ou barranqueiros) – termo como são conhecidos os que habitam as ilhas e os barrancos de rios. Os projetos acontecerão em Minas Gerais, Alagoas, Pernambuco e na Bahia.

Firmando em 2010, o acordo entre os governos do Brasil e dos EUA já destinou cerca de USD 20,8 milhões a 82 projetos nos biomas Mata Atlântica, Cerrado e Caatinga. O Funbio é o gestor do TFCA no Brasil.

Foto: Flávio Rodrigues/Funbio

Fonte: ASCOM/FUNBIO