CARTILHA FOGÃO GEOAGROECOLÓGICO

A AGENDHA compreende a importância milenar do uso da lenha como biocombustível renovável, para preparação de alimentos, na maioria dos casos em fogões rústicos, pouco eficientes e que liberam muita fumaça e resíduos. Globalmente é a fonte de energia mais utilizada para esse fim, por comunidades e povos mais pobres e excluídas, de todas as civilizações. É muito grande o consumo total anual de energia para preparar alimentos nas residências do nordeste brasileiro. Equivale a queimar 3.370.000 Toneladas Equivalentes de Petróleo (TEP), medida internacionalmente utilizada para calcular os Balanços Energéticos Nacionais, comparando-se as diferentes fontes de energia.

A cartilha sobre Porque e Como Construir Fogões Geoagroecológicos, visa disseminar a importância e a forma de sua construção, utilização e manutenção. Que, associado ao manejo apropriado da lenha e a utilização de outros biocombustíveis vegetais do ambiente peridomiciliar, contribuem para a Convivência Sustentável com o Semiárido.

Confira esta publicação aqui.