Agentes da Cidadania das Águas e a Convivência com o Semiárido

REDEH/PRONAF/DATER/SAF/MDA (2004 – 2005)

Com a proposta de trabalhar as mazelas decorrentes dos períodos de estiagens e de secas prolongadas, o uso abusivo da água, do solo, dos agroquímicos e as relações sociais implicadas neste processo, as organizações não governamentais REDEH em parceria com a AGENDHA elaboraram um Projeto de Capacitação em Convivência com o Semiárido que foi realizado de julho de 2004 a julho de 2005. Os objetivos das ações propostas tiveram consonância com o Programa Nacional de Agricultura Familiar (Pronaf) tais como o “de contribuir para fortalecer a agricultura familiar e promover o desenvolvimento sustentável do meio rural, priorizando propostas inovadoras inseridas em processos de organização mais amplos, com potencialidades para serem reproduzidos nos âmbitos regional e nacional” e desta forma contou com o seu apoio.

A ideia surgiu através da experiência da REDEH que lançou em 2002 o programa de formação de Agentes da Cidadania das Águas, focado no nordeste brasileiro, com a missão de potencializar o papel de lideranças locais na disseminação da boa utilização de recursos que administrem ou facilitem o acesso à água. Quando a comunidade passa a sentir-se, de fato, parte do processo, colabora para que dê certo, ampliando os benefícios.

Nesta parceria foram realizadas 37 oficinas que capacitaram 117 jovens agricultores de comunidades em Paulo Afonso/BA, Curaçá/BA e Delmiro Gouveia/AL em Agentes da Cidadania das Águas.

Por favor siga-nos e curta também:

Autor Responsável: Patricia Lyra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *